Depressao Pos Parto! Eu tive…

Bom, a pedidos, estarei escrevendo alguns posts em português também. Resolvi escolher esse post como o meu primeiro em português porque acho que o assunto de depressao pos parto é pouco divulgado no Brasil… Então senta que lá vem história!

A 1 mês atrás li uma matéria sobre uma recem- mãe muito amorosa, amiga de todos, esposa de militar, amada por amigos e familiares; cometeu suicidio após sofrer, em silêncio, de depressao pos parto. A filinha dela tinha somente alguns meses quando a mamãe dela tirou sua própria vida pelo simples fato de não falar pra alguém de que algo com ela não ia bem.

Essa reportagem mexeu muito comigo porque eu me vi sendo essa mulher. 😦 Pela graça e misericórdia de Deus eu nao consegui tirar a minha vida, mas por duas vezes o ataque de pânico que tive foi tão grande que pedi a Deus para que Ele tirasse a minha vida, pois na minha cabeça eu já não estava mais conseguindo conviver com tamanha depressao-ansiedade e sem vontade de viver.

Vou ser mais explícita: numa ida para igreja num domingo, após uma discussão no carro, eu pedi o meu marido para estacionar o carro no acostamento porque eu precisava respirar… Eu abri a porta do carro e claramente me fantasiei me jogando entre os carros que passavam na pista. Eu andava de um lado para o outro dizendo: Deus eu não aguento mais, tira a minha vida agora! 😦

Nesse episódio eu já havia tido o Noah e a Olivia tinha mais ou menos 2 meses.

O pior disso tudo é que nem eu, nem meu marido e nem minha família sabiam que eu estava passando por DPP (depressao pos parto). Eu achava que as pessoas ao meu redor me irritavam, o meu marido achava que eu já tinha ficado maluca depois de ter duas gravidez uma atrás da outra e minha mãe achava que eu estava nervosa.

A verdade foi que eu me auto-diagnostiquei depois que fui numa consulta ginecológica e li num flyer do banheiro que dizia: “A maior causa de mortes entre as mulheres ‘e a depressao. Converse com seu médico hoje sobre isso.” Naquele momento acendeu uma luz na minha cabeça e me toquei de que era isso. No mesmo dia falei com meu médico, ele me indicou um consultório de terapia e dali em diante ficou mais claro pra mim de que o estado mental em que eu me encontrava iria melhorar.

Na matéria em que eu li, uma das melhores amigas da mãe falava que ela era uma das pessoas mais feliz, alegre e sorridente e ela jamais imaginaria que amiga dela poderia estar sofrendo de DPP pois ela nunca demonstrou dor.  Essa depoimento me emocionou demais. Eu lembro que para as pessoas eu falava que estava tudo bem… Eu sorria, mas por dentro eu precisava escutar alguém me dizendo que tudo iria ficar bem… Na minha cabeça eu não via muita alegria em ter 2 filhos pequenos para eu cuidar…

Aqui nos Estados Unidos, não existe o estilo de vida de você ter empregada, ou diarista, ou cozinheira, ou faxineira. Aqui a maioria das mulheres que passam a ser mae, vão morar perto dos pais para ter alguma ajuda, ou fazem tudo sozinha na cara e na coragem.  A ideia d’eu ter que fazer tudo sozinha e acima de tudo lembrar que eu existia, me dava ansiedade e ataque de pânico frequente!

O coitado do meu marido já perdeu a conta de quantas vezes eu pedi para me separar dele enquanto eu sofria de depressao pos parto!! Hoje eu e ele rimos disso, mas na época não era nada engraçado! Eu estava convencida que ele era o culpado da minha infelicidade.

Para resumir um pouco… Eu finalmente comecei a me sentir melhor dessa nuvem chamada depressao-pós-parto 2 anos depois de ter o meu primeiro filho, ou seja… 1 ano depois de ter Olivia… Ou seja, final de 2015  foi quando eu finalmente me senti mais aliviada da dor que foi essa depressao.

O meu objetivo de dividir a minha história com vocês ‘e por alguns motivos:

1- Depressao pos parto pode acontecer com qualquer mulher… Seja ela rica, pobre, casada, nova, evangélica, sorridente, magra, gostosa… Etc.

2- Se você conhece alguma recem-mãe, pergunte a ela como ela se sente. Procure saber dela, se ela está se sentido sozinha ou “nervosa” ou desmotivada. Não só ofereça ajuda, mas seja a ajuda que essa mãe precisa, nem que você vá na casa dela para que você olhe o bebê enquanto ela toma banho, mas ajude.

3- Não julgue o livro pela capa. Muitas vezes parece que a mãe não liga para o filho ou que ela não ‘é uma mãe igual a você… Aí você julga… Mas antes de julga-lá tente descobrir o “porqu^e ” das ações dela…

4- Se você acredita em Deus, igual a mim, ore pela mãe que acabou de ter filho. Peça a Deus que Ele dê forças, clareza, calma, paciência e muito amor pra essa mulher que gerou uma vida dentro dela por 9 meses.

5- se você conhece uma mulher que teve um aborto espontâneo. Ela também tem tedencia a sofre de Depressao por parto.

Enfim, espero que ao ler esse post, eu possa ter esclarecido alguns “Tabus” sobre Depressao Pos Parto e também ter transmitido esperança para alguma mãe que porventura estava passando por isso. Se sinta livre para deixar o seu comentário, ou perguntas sobre o assunto, vou adorar te responder!

Love,

Camila

image image

Advertisements

8 thoughts on “Depressao Pos Parto! Eu tive…

  1. Bruna Hickman

    Wow Ca! Eu nem sabia. Que bom que você está bem. Te desejo toda felicidade! Amei o texto, muito importante esse assunto. Fica na Paz e que a felicidade que vem de Deus nunca se aparte de você. 😘

    Like

  2. Oz

    I’m sorry you went through all this baby. I love that you are sharing your experience to raise awareness to this.

    Thank you for not giving up on us. You are the most wonderful mamae and wife in the world!!!! Te amo!

    Liked by 1 person

  3. Natache

    Nossa Camilinha, não sabia que você havia passado por isso.. Essa depressão é mesmo silenciosa, na maioria das vezes. Muito bom ler o seu relato. Eu lido com algumas mães que estão nesse processo de recuperação e é sempre bom ler um relato real. Bjuss .. Saudades

    Liked by 1 person

    • camilohka

      Natache querida! Mil desculpas pela demora em te responder, mas quero muitissimo te agradecer por ter lido esse post sobre depressao pos parto! Sim, quanto mais real seja o relato de uma mae que passou por isso, mais poderemos ajudar umas as outras!! Beijos pra voce e para o Leo!!! 🙂

      Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s